Quem sou

Filho de um barbeiro e de uma dona de casa, Laly Cataguases nasceu em 1964, em Santana de Cataguases, Zona da Mata Mineira, cidade em que morou até seus dez anos de idade.

 

Mudou-se depois para Cataguases, onde estudou e trabalhou até seus 23 anos. Foi engraxate da barbearia do pai e trabalhou em farmácias e em uma concessionária de energia elétrica. Em 1987, mudou-se para Belo Horizonte, onde vive até o momento.

 

Trabalhou onze anos como bancário, até que pediu demissão em janeiro de 2000, ingressando na área audiovisual, em especial como curta-metragista, trabalhando como roteirista, diretor, produtor e continuísta.

 

Entretanto, foi como roteirista (a escrita) que se sentiu mais realizado, produzindo seus próprios projetos e trabalhando, também como roteirista, na série televisiva A Bruxa e o ET, de Silvino Fernandes, para a emissora RTP, de Portugal, em 2003, num forte indício à Literatura, cuja introdução se deu em 2008, escrevendo crônicas e contos para seu primeiro livro, "O homem que era verde", publicado em maio de 2011 pela Editora Ibis Libris, do Rio, realizado com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte.

 

Desde maio de 2012, Laly vem ministrando oficinas de Roteiro e de Continuidade Cinematográfica paralelamente à realização de projetos audiovisuais pessoais, e também na literatura cujo próximo trabalho será o lançamento de seu primeiro romance.