Oficina no Centro de Cultural de Belo Horizonte/CR Modas

Introdução à Continuidade Cinematográfica       (aulas teóricas)

 

A continuidade de um filme está na coerência da história e na fluidez da ação. A função de Continuísta, além de sua importância para a direção e edição de um filme, favorece a esse profissional melhores condições na realização de seus projetos pessoais, tanto em relação à roteirização quanto à direção de seus filmes. É ainda um bom caminho para quem pretende se inserir na área audiovisual.

 

Portanto, mesmo que você não pretenda ser um continuísta, mas deseja dirigir um filme, é aconselhável que possua noções de continuidade cinematográfica.

 

Ministrantes - Laly Cataguases e Sílvia Pinheiro

 

Público alvo: interessados em geral; contudo, será mais proveitoso se o candidato possuir conhecimento prévio de linguagem cinematográfica.

 

  

Vagas: 60

 

Data - 17/08/2013 (30 alunos) e 31/08/2013, sábado (30 alunos)

 

Horário - de 9h30 às 16h30 (dia 17) e de 8h às 15h (dia 31)


Carga horária: 6h

 

Local - Centro de Cultura de Belo Horizonte/CR Moda

            Rua da Bahia, 1149, Centro, Belo Horizonte/MG

 

Realização - Associação Curta Minas/ABD-MG

 

Contato: 8579-5723 (Laly) / 3567-9026(Curta Minas)

 

Conteúdo programático:

Características da função e perfil do continuísta; preenchimento da folha de continuidade; uso da claquete, cronômetro e máquina fotográfica; tabela de conversão; controle do uso do material sensível junto com o assistente de câmera; noções sobre eixo e raccord; o cuidado com os planos/contraplanos; suporte ao diretor cinematográfico na inclusão/exclusão de cenas durante as filmagens; os planos de cobertura para otimizar a montagem/edição; continuidade de luz; características das películas de 16mm e 35mm; os erros de continuidade; etc.

 

Sobre os ministrantes da oficina:
Laly Cataguases é registrado no SATED/MG como roteirista, diretor cinematográfico, produtor e continuísta. Sílvia Pinheiro é formada em Gravura e Cinema de Animação pela Escola de Belas Artes da UFMG e atua principalmente como editora e continuísta. Ambos atuam na área audiovisual há aproximadamente 15 anos, tendo trabalhado em diversos filmes, tanto em película quanto em vídeo.

 

A oficina, com inscrições gratuitas, foi realizada em contrapartida social a um projeto cultural da Associação Curta Minas/ABD-MG.